quinta-feira, 17 de setembro de 2015

Labirintos, aqui a atração é justamente se perder


Desde os tempos da Grécia Antiga que os labirintos intrigam os estudiosos. Reza a mitologia grega que a primeira construção deste tipo foi erguida no Palácio de Cnossos, em Creta. Hoje, se o antigo percurso cretense resume-se a ruínas, outros mais modernos têm fascinado e entretido turistas ao redor do globo.


Jardim do Paço - Castelo Branco, Portugal

O jardim fica ao lado de um importante museu episcopal que, por séculos, serviu como diocese da região de Castelo Branco. Criado no século 18 por um bispo, o bosque em formato de labirinto é considerado uma referência em jardinagem barroca, e impressiona pelos arbustos bem cuidados, decorados com estátuas de figuras bíblicas.
© Shutterstock


Longleat labirinto - Wiltshire, Inglaterra 

Foi projetado em 1978, e dispõe de um labirinto tridimensional que usa pontes e um layout para confundir os visitantes. Gigante com 16 mil arbustos ingleses.
© Reprodução/Daily Mail


Glendurgan Garden - Cornualha, Inglaterra

Este jardim dispõe de três vales com labirintos exuberantes que se misturam com a vegetação nativa. O local intriga os visitantes há mais de cem anos por sua grandeza e relativa dificuldade. O percurso termina em uma pequena cabana de madeira, no meio das galerias.
© Shutterstock

Great Vermont, Estados Unidos 

Este labirinto é tão grande que a própria administração do parque não recomenda que os visitantes comecem o percurso depois das 13 h. Em média, um adulto demora de duas a cinco horas para conseguir se achar no meio das galerias cobertas por vegetação alta. Ainda segundo os administradores, 90% das crianças e adolescentes desistem em menos de 20 minutos. Aparelhos eletrônicos e celulares são proibidos durante o passeio.
© Divulgação, Facebook/Great Vermont


Dole Pineapple Plantation - Havaí, EUA

O labirinto de inspiração em abacaxi tem 14 mil plantas havaianas coloridas, consta no Guinness World Records. O Dole Pineapple Garden Mazi foi considerado o maior labirinto do mundo em 2008.
© Dole Plantation/ Cortesia


Hatfield House - Hertfordshire, Inglaterra

O labirinto é parte de um imenso jardim de 170 mil metros quadrados, dentro do palácio rural onde reside Robert Gascoyne-Cecil,  7º  marquês de Salisbury. Além da imensa galeria, o belíssimo complexo paisagístico ainda inclui pomares, fontes e grande área verde aberta à visitação.
© Shutterstock


Richardson Worlds Largest Corn Maze - Illinois, Estados Unidos

Localizado a cerca de uma hora de Chicago, o imenso labirinto se intitula como o "maior labirinto de milho do mundo". Enquanto alguns labirintos levar apenas 45 minutos para navegar, outros podem levar horas. Este tem cerca de 17 quilômetros de caminhos e cinco rotas diferentes onde os visitantes podem facilmente se desorientar. Existem diferentes níveis de dificuldade e, em caso de desistência, o local possui inúmeras saídas de emergência. A fazenda ainda dispõe de outras atrações, como tirolesa, zoológico e mirantes. Do alto se tem a noção certa do tamanho e da beleza destes jardins.
elfandarilha© Divulgação, Facebook/Richardson Worlds Largest Corn Maze


The York Maze - York, Inglaterra

É considerado o maior conjunto de labirintos da Europa. Elaborada pelo fazendeiro Tom Pearcy, a gigantesca atração abrange mais de um milhão de pés de milho em suas galerias, que possuem diferentes tamanhos e desenhos - como Estátua da Liberdade e Harry Potter.
© Creative Commons/ianhesz/Flickr


Traquair House Maze - Scottish Borders, Escócia

Localizado nos jardins de um palácio escocês, este labirinto abrange uma área de mais de dois mil m/2 e exige que os visitantes percorram mais de 400 metros para chegar ao centro. O local é famoso, sobretudo, durante o período de Páscoa, quando é aberto para que as crianças procurem os mais de seis mil ovos que são depositados na plantação. É muito utilizado em filmes e campanhas publicitárias.
© Creative Commons/marsroverdriver/Flickr


Labirinto di Franco Maria Ricci - Fontanellato, Itália

É considerado o maior labirinto do mundo.  O projeto é inspirado por mosaicos romanos encontrados no Museu de Viena e do Museu de Bardo. Inaugurado recentemente, o imenso jardim possui mais de cinco mil m/2 e cerca de três quilômetros de caminhos. O projeto, que demorou dez anos para ser elaborado, intercala os estilos contemporâneo e neoclássico. Os visitantes devem alcançar o centro do labirinto, onde há uma pirâmide, duas suítes luxuosas, além de uma exposição com obras de propriedade do administrador do empreendimento, Franco Maria Ricci.
elfandarilha© Divulgação, Facebook/Labirinto di Franco Maria Ricci


Castelo de Villandry - Villandry, França

Os jardins em três níveis que agora existem, foram planejados para que se enquadrassem melhor com o período arquitetônico do castelo. Os jardins começaram a ser construídos em 1908 por Joachim Carvallo, bisavô do atual proprietário, que substítuiu os jardins românticos da altura muito ao estilo Inglês. Joachim Carvallo inspirou-se no livro de Androuet du Cerceau “Les plus excellents bastiments de France” com ilustrações dos numerosos padrões geométricos utilizados nos castelos Franceses durante o século XVI. 
© Shutterstock


Villa Pisani - Stra, Itália

De especial interesse é o famoso labirinto (labirinto d'amore), com uma planta de forma trapezóidal, criado entre 1720 e 1721. No centro ergue-se uma torre, coroada no centro com uma estátua de Minerva, o símbolo da sabedoria.
O labirinto é constituído por sebes de buxo, sendo um dos três labirintos de sebes sobreviventes até hoje na Itália.
© Creative Commons/lepatia/Flickr


The Maze Paz - Castlewellan Forest Park, Irlanda do Norte

Divertido e pitoresco! Este labirinto também tem uma mensagem comovente, representa o caminho para um futuro de paz para a Irlanda do Norte. Em dezembro de 2000, os próprios cidadãos plantaram 6 mil teixos, árvore escolhida por sua longevidade, em uma área do Castlewellan Forest Park, a 50 quilômetros da capital Belfast. Assim formou-se o labirinto de 11 mil m/2, com pouco mais de três quilômetros de extensão. No centro, está o Sino da Paz, que é tocado toda vez que alguém completa o circuito.
© Reprodução Dayli Mail


Ashcombe Maze - Shoreham, Austrália

Formado por mais de mil ciprestes que chegam a três metros de altura, o Ashcombe Maze, a 100 quilômetros de Melbourne, foi planejado nos anos 1970 e se divide em duas partes, separadas por um jardim central, são totalmente diferentes entre si. As trilhas são bem estreitas, espremidas pela cerca viva que não para de crescer ano a ano. Para completar, ainda tem um labirinto circular formado por 1.200 roseiras e outro com 4 mil arbustos de lavanda.
© ashcombemaze.com.au


Referências: MSN/Viagens - Wikipedia



"A mente é um labirinto, onde qualquer um pode se perder". 
- Autor desconhecido - 


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.