quarta-feira, 13 de maio de 2015

As 10 mais belas, estações de metrô

Quando pensamos em estações de metrô passa-nos pela cabeça uma multidão enlouquecida, filas imensas, disputa para entrar e encontrar lugar para sentar, certo? Não, quem usa o metrô procura eficiência, rapidez, pontualidade.
Existem várias estações de metrô pelo mundo em que é mesmo assim. São verdadeiras obras de arte, surpreendem com projetos ousados. Na Rússia, por exemplo foram construídas para serem o "palácio do povo".  Em outras estações pelo mundo a modernidade é o motivo de orgulho dos moradores e são reflexo do espírito da cidade. De Xangai a Paris veja as dez mais belas do planeta.



Dome of Light em Kaohsiung, Taiwan

 title=© Shutterstock

A "Formosa Boulevard" é uma das estações mais movimentadas - e também uma das mais belas - da cidade de Kaohsiung, em Taiwan. É o ponto onde a linha vermelha e a laranja se encontram e onde fica o "Dome of Light", a maior instalação de vidro do mundo. A obra de 30 metros de diâmetro é composta por 4,5 mil painéis coloridos vindos da Alemanha, foi inaugurada em 14 de setembro de 2008.



Estação Toledo em Nápoles, Itália


title=© Shutterstock

A estação "Toledo", na cidade italiana de Nápoles, foi projetada pelo escritório espanhol Oscar Tusquets Blanca, inaugurada em setembro de 2012 é uma das estações de metrô mais incríveis do mundo. No corredor mais profundo são Painéis e obras de Achille Cevoli Luz de Robert Wilson. A estação Toledo é uma obra arquitetônica singular. Teto, paredes e outras superfícies são cobertas por mosaicos e degradês. O efeito deixa a impressão de outra dimensão. Isso valeu-lhe em 2012 o título de "a mais impressionante estação de metrô da Europa", oferecido pelo The Daily Telegraph, jornal britânico.


Estocolmo, Suécia

© Shutterstock

É constituído exatamente por cem estações, das quais 53 se encontram à superfície e 47 debaixo da terra, distribuidos por sete linhas. Das 100 estações 90 exibem obras de artistas suecos. Na linha azul é possível ver rochas aparentes, um contraste com os equipamentos modernos. É considerado um dos mais fantásticos do mundo. 


Dulferstrasse em Munique, Alemanha

© Shutterstock

O sistema de metrô "U-Bahn" iniciado em 1972 compõe-se de 93 linhas, espalhada por toda a cidade e integrada com outros meios de transporte. As estações mais antigas tem design mais simples, as mais novas trazem projeto inovadores e ousados, como Dulferstrasse, com projeto de iluminação de Ingo Mauer.


Komsomolskaya em Moscou, Rússia

© Shutterstock

É um dos maiores do mundo por densidade de passageiros e também é um dos mais belos. Conhecido como Palácio subterrâneo, foi construído durante o governo de Stalin, tendo sido inaugurado em 1935. Conta atualmente com 196 estações. Foi um dos projetos mais extravagantes da URSS, com suas paredes de mármore reflexivo, tetos altos e lustres grandiosos. Na estação Komsomolskaya podemos ver a arquitetura refinada.


Xangai, China

© Shutterstock

O sistema de metrô de Xangai é um dos sistemas mais rápido crescimento no mundo. No geral, existem 14 linhas e 337 estações, com um comprimento de rota operacional de 548 quilômetros (341 milhas), tornando-o o mais longo do mundo. 
Em uma viagem de 647 metros que ligam a área de Bund ao distrito de Pudong as pessoas são levadas a uma viagem diferente. Um túnel com incríveis efeitos especiais de iluminação com música sincronizada. 


Arts et Métiers em Paris, França

© Shutterstock

A estação "Arts et Métiers" de Paris foi elaborada pelo belga François Schuiten (artista de quadrinhos). Dá a impressão de estar em um submarino. Apesar de gerar atmosfera quase intemporal, o projeto mostra inovação no uso de materiais, técnicas de fixação e proteção, estabelecendo uma ponte entre o passado e o futuro.


Universidad de Chile em Santiago, Chile

© Shutterstock

Atualmente, conta com cinco linhas, 108 estações e uma extensão de 103 km. No dia 15 de setembro de 1975 foi inaugurada a primeira linha. O Metro Santiago incorpora uma série de obras de arte no design de suas estações. A estação de Universidad de Chile tem um mural gigante criado por Mario Toral e representa a história do país. Outras peças de arte estão em Baquedano, que caracteriza a arte moderna e um espaço de concertos, Bellas Artes, Santa Lúcia, azulejos portugueses, La Moneda, com pintura realista representando paisagem típica, e várias outras estações.


Praga, República Checa

© Shutterstock

O sistema é confortável, prático, suficiente e bem organizado.
Todas as estações da linha A tem paredes revestidas por esferas côncavas e convexas, refletindo um efeito interessante de luz e ilusão de ótica, sendo que cada estação tem seu esquema de cores próprio.


Royal Ontario Museum em Toronto, Canadá

© Shutterstock 

A primeira linha de metrô de Toronto foi inaugurada em 1954. As autoridades criaram uma estação de metrô compatível com a  importância do museu mais visitados do Canadá, o Royal Ontario Museum. Em seu redesenho foram incluídos colunas inspiradas em temas como Egito Antigo, primeiros povos canadenses, a cultura chinesa e Grécia Antiga.
Existe ainda algo bastante atraente no metrô de Toronto: os passageiros são avisados que as portas de um trem parado em uma estação estão por fechar através de três notas musicais (C# A# F#), tocadas segundos antes do fechamento das portas. Estas notas são reconhecidas instantaneamente pela maior parte da população, fazendo parte da cultura da cidade. 



* A arquitetura é a arte que dispõe e adorna de tal forma as construções erguidas pelo homem, para qualquer uso, que vê-las pode contribuir para sua saúde mental, poder e prazer. - John Ruskin -


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.