quarta-feira, 22 de junho de 2016

Animais, 32 espécies extintas agora


Espécies que estiveram em risco de serem extintas do planeta Terra, seja devido as intensas mudanças climáticas em seus biomas ou por causa do consumo e caça predatória por parte dos seres humanos. Desrespeito ao meio ambiente é principal causa da extinção.

O principal motivo da extinção dos animais é a destruição de florestas, seja pelo desmatamento ou por queimadas. A poluição também contribui para a extinção de animais, pois prejudicam diretamente o ciclo de vida de muitas espécies.

Outro fator que contribui para a extinção é a caça em busca de aproveitamento de partes desses animais, como, por exemplo, carne, gordura, peles, plumas, troféus e lembranças. A coleta de ovos para venda também é bastante comum. O tráfico de animais é um fator que não podemos ignorar.


A conservação das espécies requer esforço, para evitar que se percam em definitivo mais animais.

Tartaruga gigante da Ilha de Pinta

O último espécime - com uma idade calculada de 100 anos - morreu em 2012 nas Galápagos.
elfandarilha
© Rodrigo Buendia/AFP/Getty Images

Golfinho Baiji

O golfinho, nativo do rio Yangtze na China, foi declarado funcionalmente extinto em 2006 devido à industrialização e pesca abusiva, embora alguns relatórios tenham sugerido que espécimes isolados possam ter sobrevivido.
 title=
© AP

Morcego anão da Ilha Christmas

O último exemplar foi visto em 2009, o que leva a crer que esteja extinto.
elfandarilha
© Plazac Cameraman/Getty Images

Sapo dourado

Natural da Costa Rica, desapareceu em 1989, devido a mudanças climáticas.
 title=
© Michael Stuparyk/Toronto Star via Getty Images

Íbex dos Pirinéus

O último morreu no ano 2000. Os cientistas tentaram recuperar a espécie com clones, mas sem sucesso.
 title=
© Dragoms/Getty Images

Andorinha nativa do Sul dos EUA

Foi declarada oficialmente extinta em 1990.
 title=
© Jeff Foott/Getty Images

Ostraceiro das Canárias

Declarado extinto em 1994, sobretudo devido à escassez de alimento provocada pela pesca excessiva.
 title=
© David Strydom/Getty Images

Pica pau real

A espécie já pode ter sitdo extinta. Há relatos de exemplares vistos soltos na natureza , mas nenhuma evidência conclusiva foi encontrada.
 title=
© Auscape/UIG via Getty Images

Rinoceronte negro ocidental

Foi declarado extinto em 2011 devido à caça ilegal.
 title=
© Image Broker/REX/Shutterstock/Rex Images

Rã de ninhada gástrica

A última destas rãs, oriundas da Austrália, morreu em laboratório em 1983.
 title=
© Auscape/UIG via Getty Images

Peixe espada chinês

Não há espécimes vivos avistados desde 2007.
 title=
© Muséum d'histoire Naturelle/Wikimedia Commons

Leopardo Nebuloso de Formosa

Extinto em 2013 depois de uma busca de 13 anos.
 title=
© Joseph Wolf/Wikimedia Commons

Foca monge das Caraíbas

Declarada oficialmente extinta em 2008.
 title=
© New York Zoological Society/Wikimedia Commons

Pato real das Marianas

O último foi visto em 1979.
 title=
© Joe T. Marshall Jr./ Wikimedia Commons

Drepanidini

Últimos espécimes vistos em 2004.
 title=
© U.S. Fish and Wildlife Service/Wikimedia Commons

Peeixe de Tecopa

Foi declarado oficialmente extinto em 1981, embora a sua extinção real pode ter acontecido pelo menos uma década antes disso.
 title=
© E. Theriot / U.S. Fish and Wildlife Service/Wikimedia Commons

Tigre do Cáspio

Oficialmente extinto em 2003.
 title=
© Unknown/Wikimedia Commons

Puma oriental

Extinto em 2015 devido a intervenção humana no habitat.
 title=
© USG (US Fish & Wildlife Service)/via Wikimedia Commons

Kokako do Sul

Nativo das ilhas do sul da Nova Zelândia, este pássaro foi declarado extinto em 1967. No entanto, esta classificação foi atualizada depois que um exemplar foi encontrado vivo em 2007.
 title=
© J. G. Keulemans, in W.L. Buller's A History of the Birds of New Zealand. 2nd edition. Published 1888...

Tigre de Java

Extintos em 1976.
 title=
© Andries Hoogerwerf/Wikimedia Commons

Walley azul

Extinto no início dos anos oitenta.
 title=
© Piter1977/iStock/Getty Images

Avestruz da Arábia

Os membros deste grupo foram todos caçados até a extinção em 1966.
 title=
© Syrischer Maler um 1335/Wikimedia Commons

Toutinegra-escova

A espécie (foto abaixo, canto inferior esquerdo) foi o último avistado em 1983 e declarada extinta em 1994. As possíveis causas de sua extinção incluem alteração de habitat por espécies invasoras, como ratos e gatos.
 title=
© De Agostini Picture Library/De Agostini/Getty Images

Leão marinho japonês

Este mamífero aquático foi extinto em 1974 devido à caça comercial.
 title=
© Nkensei via Wikimedia Commons, CCBY-SA 3.0

"Papa Moscas" de Guam

Extinto em 1983.
 title=
© Smithsonian Miscellaneous Collections/Wikimedia Commons

Kama'o

Originário do Havaí, este pássaro foi visto pela última vez em 1989.
 title=
© John Gerrard Keulemans/Wikimedia Commons

Grande branca da Madeira

Extinta em 2007.
 title=
© Pinterest

Donzela dos Gálapagos

O peixe é listado como criticamente em perigo, mas acredita-se ter sido extinta em 1982 devido ao aumento temporário da temperatura das águas locais (causada pelas correntes do El Nino) que reduziu drasticamente as populações de plâncton, sua principal fonte de alimento.
 title=
© Edmund Heller and Robert E. Snodgrass/Wikimedia Commons

KAUA'I 'O'O

Extinto em 1987.
 title=
© Walter Rothschild/Wikimedia Commons

Leopardo-de-zanzibar

Estima-se que esta espécie foi extinta em meados da década de 1990.
 title=
© Peter Maas/ CC BY-SA 3.0/Wiki Commons

Nukupu'u

Extinto em 1998.
 title=
© Jean Gabriel Prêtre/Wikimedia Commons

Alaotra grebe ou Mergulhão-de-alaotra

Normalmente encontrado em Madagáscar, a última aparição do grebe Alaotra foi em 1985. A destruição do habitat e predação estavam entre as principais causas para extinção.
 title=
© L. Shyamal/CC BY-SA 3.0/Wikimedia Commons


Fonte: MSN.Pt


"Primeiro foi necessário civilizar o homem em relação ao próprio homem. Agora é necessário civilizar o homem em relação a natureza e aos animais." 
- Victor Hugo -



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.