sexta-feira, 10 de abril de 2015

7 supermodelos da década de 1980


"Supermodelo", frequentemente compartilham características similares: têm grande reputação na indústria da moda, trabalham para grandes estilistas e marcas, fazem contratos e campanhas de milhões de dólares e seus nomes se tornam familiares ao grande público, gozando de reconhecimento mundial associado à sua profissão de modelo.

Linda Evangelista

Começou a carreira no seu país natal. Apareceu em um concurso o Miss Teen Niagara. Tornou-se em poucos anos ser capa das maiores revistas de moda e campanhas publicitárias. Tornou-se musa da Chanel em 1985. Em 1988 cortou todo o cabelo, a carreira disparou a partir daí. Tornou-se uma das três mais requisitadas do mundo, juntamente com Naomi Campbell e Christy Turlington. Nasceu em St. Catharines, Canadá.

Elfandarilha
© Neville Marriner/Associated Newspapers/Rex/Rex USA

Esteve afastada da moda desde 1998, tendo retornado em 2001 e mostrou que beleza não tem idade. Ainda é requisitada para trabalhos de moda pontuais.

Elfandarilha
© KIKA/WENN


Paulina Porizkova

Tinha 18 anos quando fez sua primeira capa da Sports Illustrated Swimshuit Issue, no ano de 1984. Nesse mesmo ano conheceu o homem com quem se casou. Nasceu em Prostějov, República Checa.

Elfandarilha
© Everett Collection/REX USA

Continuou na carreira de modelo e dedicou-se aos filhos. Tendo sido ainda jurada do programa América Next Top Model.

Elfandarilha
© Evan Agostini/Invision/AP


Elle Macpherson

Recorde de cinco aparições de capa para a Sports Illustrated Swimsuit Issue começando na década de 1980, levando a seu apelido de "The Body", em 1989. Planejou ser advogada, mas foi uma das meninas da Sports Illustrated. Ela voltou para a pista em 2010 para fechar a apresentação da Louis Vuitton show para Marc Jacobs em Paris. Nasceu em Killara, Austrália.

Elfandarilha
© Sports Illustrated

Nos anos 90, Elle lançou uma linha de lingerie, que continua a ser um enorme sucesso hoje. Também se aventurou na TV: Em 2010, tornou-se apresentadora do programa "Grã-Bretanha e Irlanda Next Top Model" e fez parte do júri da "Fashion Star". Nos dias de hoje, ela usufrui do seu império, é mãe de dois filhos e na Austrália, é um embaixadora para a Fundação Sorriso, que ajuda as famílias de crianças com doenças raras.

Elfandarilha
© Anthony Reginato/Newspix/Rex USA


Cindy Crawford

Cindy foi das modelos mais requisitadas para desfilar nas passarelas de todo o mundo. Foi ainda apresentadora do programa "House of Style" durante 6 anos. Nasceu em Illinois, EUA.

Elfandarilha
 © Neville Marriner/Associated Newspapers/Rex/Rex USA

Afastou-se das passarelas no ano 2000 mas continua a ser muito requisitada para campanhas publicitárias de produtos de beleza e sessões fotográficas específicas. Cindy continua focada em expandir as suas duas empresas  (uma de cosméticos, outra de móveis) e em cuidar dos filhos, ela tem dois.

Elfandarilha
© Jeff Kravitz/Getty Images North America


Kathy Ireland

Kathy esteve ligada à Sports Ilustrated por treze anos seguidos e foi três vezes capa da revista. Nasceu na Califórnia, EUA.

Elfandarilha
© Sports Illustrated

É mãe de três filhos e dona de uma linha de vestuários e meias. Em 2012 foi considerada a supermodelo mais rica do mundo, a empresa Kathy movimentava 2 bilhões de dólares  em vendas anualmente.

Elfandarilha
© Judy Eddy/WENN

Carla Bruni 

Em 1980 representou a marca Guess, seguindo-se a Givenchy, Christian Dior e Versace. Foi uma das vinte modelos mais bem pagas do mundo. Nasceu em Turim, Itália.

Elfandarilha
© Neville Marriner/Daily Mail/Rex/Rex USA 

Em 1997 abandonou a carreira de modelo e começou a sua carreira na música. Carla é hoje conhecida como a primeira-dama de França após o seu casamento em 2008 com o presidente Nicolas Sarkozy, com quem teve a filha, Giulia, em 2011.

Elfandarilha
© Matt Baron/BEImages


Naomi Campbel

Nascida em Londres. A partir da aparição em um vídelo de Bob Marley, subiu para a ribalta.. Foi uma das três modelos mais requisitadas do mundo e quebrou barreiras raciais no mundo da moda. Foi a primeira mulher negra a aparecer nas capas das revistas Vogue francesa e inglesa e ainda na Time.

Elfandarilha
© CLIVE DIXON/Rex USA 

Sua carreira continua forte, 500 capas de revistas depois.
500 capas de revistas mais tarde, a carreira de modelo Naomi Campbell ainda está forte. E, apesar de uma merecida reputação por ter problemas de controle da raiva, foi despedida da agência Elite por alegada falta de profissionalismo, entre outros problemas de agresões, desde a melhor amiga até um chofer em Nova Iorque. Tem apoiado de forma generosa e motivada várias instituições de caridade internacionais, levando o grande líder sul-Africano Nelson Mandela a chamá -la de "neta honorária."

Elfandarilha
© Rex USA


* Sucesso é o prêmio para aqueles que se mantêm fiéis às suas idéias!
 - Josh S. Hinds -


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.