terça-feira, 6 de março de 2018

Os 10 momentos mais desconfortáveis do Oscar 2018



A cerimônia não é feita apenas de prêmios. Também é aguardado com muita expectativa os belos looks que passam por lá, mas também por algumas escolhas equivocadas das atrizes. A decisão de Jennifer Lawrence de ir por um 'atalho' para o seu lugar, no Dolby Theatre, está a dar que falar. Uma tarefa um tanto ou quanto arriscada, tendo em conta o historial de quedas da atriz.

JENNIFER LAWRENCE, TENTA A SORTE
As quedas da atriz vencedora do Oscar para "O lado bom das coisas" tornaram-se uma das suas marcas. Em 2013, ela atravessou o palco no Dolby Theatre quando ela foi buscar seu Oscar de melhor atriz. Um ano depois, ele caiu novamente no Oscar, desta vez no tapete vermelho. Mas não há dois sem três e, em 2015, a atriz caiu no tapete vermelho da estréia de 'The Hunger Games: Mockingjay', em Madri. Vendo como Lawrence procura seu assento no teatro - buscando as poltronas com um copo de vinho na mão, usando saltos altos e segurando o seu longo vestido -, não nos surpreende que depois termine como sempre: no chão.
Elfandarilha
© Getty

HARVEY WEINSTEIN ESTAVA LÁ
Para deixar claro quem é o tipo de Hollywood mais odiado, esta estátua foi criada a poucos metros do Teatro Dolby. Mostra o produtor Harvey Weinstein, que recebeu várias acusações de abuso sexual, em um manto e com uma figurinha entre as pernas. Abaixo, um nome: Casting sofá. É uma obra dos artistas Jesus e Joshua 'Ginger' Monroe, que queriam usar a figura de Weinstein como um protesto contra o assédio em Hollywood.
Elfandarilha
© Frederick J. Brown/Agence France-Presse via Getty Images

ELA NÃO USOU PRETO NOS GLOBOS DE OURO, E NÃO QUERIA PASSAR DESPERCEBIDA NO OSCAR
A atriz californiana Blanca Blanco, ("Tentáculos de Bermudas" ou "Showgirls 2"), retorna ao cante no tapete vermelho. Nos Globos de Ouro, ela era uma das poucas mulheres que optaram por se destacar do movimento "Time's up" e não apareceu vestida de preto. Lembre-se: as mulheres usavam preto como símbolo da rejeição dos numerosos casos de assédio sexual no cinema. Se seu objetivo é dar nas vistas, conseguiu novamente com a roupa que escolheu para os Oscars.
Elfandarilha
© Getty

O APRESENTADOR REPUDIADO
Ryan Seacrest é um dos apresentadores mais populares e amados nos Estados Unidos e um regular na cobertura Oscar! Mas, há uma semana, seu ex-estilista o acusou de abuso e assédio em um artigo publicado pela revista 'Variety'. Com pouco tempo para reagir (e uma negação pelo apresentador), o E! decidiu manter Seacrest como repórter no tapete vermelho. Mas o que eles não imaginaram foi que quase todos os indicados se recusariam a falar com ele. Apenas dois intérpretes nomeados (Allison Janney e Christopher Plummer) pararam em seu microfone. A cadeia passou a impor um atraso de 30 segundos na transmissão, no caso de alguma parte ter que ser editada: eles anteciparam que uma voz crítica poderia enfrentar o Seacrest.
Elfandarilha
© Getty

50 TONS DE ADAM RIPPON
Não temos certeza se o traje do patinador americano Adam Rippon, medalha de bronze nos últimos Jogos Olímpicos de Inverno, é uma homenagem à saga que fez o sadomasoquismo ingênuo na moda ("50 tons de cinza") ou um traje que faz um aceno para cozinha molecular no estilo Ferran Adrià.
Elfandarilha
© Getty

JAMES IVORY, SEGUINDO OS PASSOS DE SANTIAGO SEGURA
O roteirista de 'Call me by your name', James Ivory, seguiu a estratégia do diretor de 'Torrente' (Santiago Segura sempre usa camisas com o nome de seus filmes quando promove) e apareceu no tapete vermelho com o rosto do protagonista da fita - Timothée Chalamet - gravado em sua camisa. Elegante?
Elfandarilha
© Getty

ANDRA DAY, TIRANDO SELFIE
A cantora Andra Day chegou ao extremo de "sentir-se" em casa e acabou deitada no chão do tapete vermelho. Ou seja, como se ela estivesse fazendo "selfies" no sofá em sua casa em vez de estar prestes a entrar na mais importante cerimônia de premiação do cinema. É o chamado: eu tenho que chamar a atenção seja como for.
Elfandarilha
© Getty

A BARBA SEM FIM DE JORDAN VOGT-ROBERTS
O diretor de cinema Jordan Vogt-Roberts decidiu descobrir até que ponto sua barba pode crescer. No momento, você sabe que ao umbigo chega. Ele passou a 'hipster'.
Elfandarilha
© Getty

A FRANJA XXL DE JONNY GREENWOOD
Quando você vê o Radiohead ao vivo, seu guitarrista, Jonny Greenwood, com essa franja interminável cobrindo seu rosto enquanto toca seu instrumento. Greenwood, que foi nomeado para a trilha sonora de "O fio invisível", foi consistente com seu penteado e, portanto, apresentado no Oscar. Havia muitas pessoas em redes sociais que criticavam seu penteado. Claro, eles não devem ser fãs de Radiohead.
Elfandarilha
© Getty

UM MONSTRO ANFÍBIO USANDO GRAVATA
Você colocaria um smoking no sapo ou num camaleão? Um monstro anfíbio em traje, apesar de ter estrelado em um filme indicado para 13 Oscars, "A forma da água", é estranho. Mas isso é assim.
Elfandarilha
© Getty

Fonte: MSN

"O melhor que a arte faz, e que a nossa indústria faz, é apagar as linhas na areia." 
- Guillermo del Toro -


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo