terça-feira, 1 de agosto de 2017

Jeanne Moreau ... os homens em sua vida


Ícone glamour na década de 1960, Jeanne Moreau teve uma longa e distinta carreira. Morreu nesta segunda-feira, 31 de julho. Jeanne Moreau vai deixar uma marca indelével no cinema francês. Para cineastas da nova geração, atores ou diretores ela foi um dos ícones, a atriz tem marcado gerações de cinéfilos. E atraiu muitos parceiros com seu charme e glamour.

Ela tinha apenas 18 anos quando interpretou seus primeiros papéis. Jeanne Moreau cantou muitas canções escritas por Elsa Triolet, Serge Rezvani e Marguerite Duras. Ouvimos sua voz várias vezes em filmes, também lançou cinco álbuns entre 1963 e 1981.

Ela é a única atriz a ter duas vezes presidido o júri do Festival de Cannes em 1975 e 1995. Recebeu um Oscar honorário, e dois César Honorário.

Jeanne Moreau e Philippe Lemaire em 1956
elfandarilha
© HA Collection/VISUAL


Jeanne Moreau com Philippe Lemaire na M'sieur codorna em 1955
elfandarilha
© NANA PRODUÇÃO / SIPA


Aniversário com Louis Malle em 1958
elfandarilha
© T.C.D/VISUAL Press Agency


Com François Truffaut, em Cannes, em 1959
elfandarilha
© SIPA


Com Gérard Philipe em Dangerous Liaisons Roger Vadim (1959)
elfandarilha
© T.C.D/VISUAL Press Agency


Sacha Distel teve um relacionamento com a atriz, se conheceram em um show em finais dos anos cinquenta
elfandarilha
© UNIVERSAL PHOTO/SIPA


Ela seduziu Marcello Mastroianni no set de The Night (1961)
elfandarilha
© NANA PRODUÇÃO / SIPA


Com Pierre Cardin em 1961
elfandarilha
© SIPA


Jeanne Moreau e Jean-Louis Richard, no set de Mata Hari
elfandarilha
© AGIP / Rue des Archives


Jeanne Moreau e Jean-Louis Trintignant
elfandarilha
© Starface


Com Jean-Louis Trintignant em Mata Hari (1964)
elfandarilha
© T.C.D / VISUAL


Com George Hamilton no conselho de Viva Maria em 1965
elfandarilha
© Dalmas / SIPA


Jeanne Moreau com Jerome, seu filho com Jean-Louis Richard em 1949
elfandarilha
© UNIVERSAL PHOTO/SIPA


Jeanne Moreau e Jerome em 2001
elfandarilha
© ASLAN / Nivière / SIPA


Com Georges Moustaki em Bobino, 1970
elfandarilha
© Fornecido pela Télé Loisirs


Ela teve um caso com Lee Marvin no set do western Monte Walsh (1970)
elfandarilha
© NANA PRODUÇÃO / SIPA


Jeanne Moreau e William Friedkin em seu casamento em 1977
elfandarilha
© AGIP / Rue des Archives


“Moral é o que nos permite ser fiéis a nós mesmos.” ― Jeanne Moreau ―

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.