segunda-feira, 20 de junho de 2016

15 cidades onde a tecnologia facilita muito a vida



Cidades inteligentes, cidades do futuro, cidade do século XXI, são várias designações que podemos usar.

As cidades são hoje o motor da economia. E, a economia de consumo produz para as pessoas consumirem e gastarem na cidade.

São inúmeras aplicações para smartphones apresentadas pelas empresas e que podem ajudar o cidadão no seu dia a dia. Apps para estacionamento inteligente e transportes públicos inteligentes que interagem em tempo real com os seus utilizadores. Ou ainda plataformas para a gestão de frotas municipais ou para a partilha de veículos e muitos outros.


Masdar, Abu Dhabi

Masdar é uma eco-cidade inteligente que está sendo construída. Abu Dhabi, tem fontes de energia solar e renovável ou seja toda a cidade é neutra em carbono. Desenhado por um escritório de arquitetura britânico sobre o princípio da "archology" (arquitetura e ecologia), os edifícios estão em forma para extrair o ar para dentro da cidade para a refrescar e as ruas são projetados para caminhadas e ciclismo.
© Blooomberg  

York, Reino Unido

O que têm Tel Aviv, San Francisco e Barcelona em comum com a cidade de York no Reino Unido? Os habitantes de York no Reino Unido podem agora desfrutar de acesso ao wi-fi em toda a cidade. Pode usar o mapa do Bing, enquanto passeia pelas ruas da cidade.
© Getty 

Amesterdã

Amesterdã construiu um dos primeiros bairros flutuantes do mundo. Tem também uma tecnologia avançada tornando a vida mais fácil para os habitantes, incluindo os trens urbanos que tem assentos gratuitos e aplicativos smartphone com uma listagem de eventos que se passam em Amesterdã.
© AP

Barcelona

A segunda maior cidade de Espanha aposta em luzes LED de rua para economizar energia, unidades de carregamento para veículos elétricos, pontos de carregamento do celulares nos ônibus e ecrãs interativos em todo o centro da cidade com informações de transporte. Barcelona também passou a controlar todas as suas operações de energia, água e transporte remotamente, melhorando a eficiência e baixando o custo das infraestruturas da cidade.
© Blooomberg

Songdo, Coreia do Sul

Construído no que é basicamente um pedaço de areia não muito longe de Seul na Coreia do Sul. Foi construída como a própria definição de uma "cidade inteligente" (ou pelo menos vai ser quando for concluída em 2018). Os eletrodomésticos são controlados por aplicativos em "smartphones", haverá um parque gigante no centro da cidade que compensa as emissões de dióxido de carbono (na verdade, 40% da cidade), e os resíduos de cozinha são sugados diretamente numa vasta rede de túneis que eliminam os desperdício.
© Corbis


Xangai

Xangai é a primeira cidade do mundo que tem trens que flutuam sobre ímãs acima dos trilhos. São oficialmente os trens mais rápidos do mundo pois atingem velocidades até 431 quilômetros por hora. Para além de líder no futuro das viagens, arquitetonicamente a cidade tem o maior número de arranha-céus do mundo. Está também no top 10 da lista das melhores Startups de elevada tecnologia.
© Reuters

Boston

Boston foi uma das primeiras cidades da América com ShotSpotter, uma nova tecnologia de detecção de tiros que pode identificar instantaneamente quando uma arma foi disparada e notifica automaticamente a polícia. No futuro, a tecnologia pode acumular dados para ajudar a polícia a deter o crime antes mesmo de começar. Outros projetos inovadores incluem aplicativos de smartphone  para prevenir o departamento de serviços públicos quando há buracos, ataques criminosos e outros problemas. E, claro, Boston é a "casa" do MIT - Massachusetts Institute of Technology - onde os próximos grandes desenvolvimentos tecnológicos estão sempre a acontecer.
© Getty Images

Dubai

Uma pista de esquiar no meio de um deserto? O edifico mais alto do mundo? Um mapa criado por ilhas artificias? Hotéis embaixo de água? Dubai é uma das cidades mais futuristas do mundo e tudo feito com o luxo em mente, sempre pensando em mais e melhor. Tem, por exemplo, o maior sistema de metropolitano automatizado do mundo.
© Getty Images

Helsinque, Finlândia

Além de incentivar os percursos pedestres, a cidade criou um aplicativo de smartphone que cruza os aplicativos atuais Citymapper e Uber: calcula rotas, integrando todas as diferentes opções de transporte que a cidade oferece e também lhe permite pagar antecipadamente através da app. Helsinque já mostrou que é top de linha quando se trata de fazer o transporte mais fácil para os seus moradores, a app em breve irá integrar os horários dos ônibus locais. Também há acesso wi-fi em toda a cidade.
© Getty Images

Hong Kong

Recuando no tempo em 1997, Hong Kong introduziu o Octopus, um sistema de cartão inteligente sem contato, que agora pode ser usado em tudo, desde o transporte público para máquinas de venda automática e parquímetros para lojas de fast food. O  seu objetivo é " Tornar a vida diária mais fácil ", o que parece ser uma boa indicação para Hong Kong, onde a tecnologia, tais como cartões de identidade inteligentes e leitores de impressões digitais permitem - por exemplo - que os moradores passem pela alfândega.
© REX/Paul Brown

Londres

Londres, seguiu Hong Kong com o cartão Oyster para transportes, e lançou no ano passado uma forma de pagamento sem contato através de cartões de débito. Londres já tem uma taxa de congestionamento e regime de aluguel de bicicletas para reduzir o tráfego e as emissões e wi-fi na maioria das estações de metrô. Agora espera-se uma nova frota de trens sem condutor, até ao final deste ano.
© Getty Images

Rio de Janeiro

O Rio tem investido muito em muitas infraestruturas, especialmente com as Olimpíadas de 2016 à vista. Salientamos a criação de um centro de operações com a empresa de tecnologia IBM. O centro de comando central vai coletar dados de 30 secretarias municipais diferentes, tais como a polícia, transporte e eletricidade, para ajudar a reprimir o crime e ajudar a responder a eventos em tempo real.
© Getty Images

Singapura

Singapura construiu um enorme parque "eco-friendly"  formado por estruturas em forma de árvore única, até 16 andares de altura, que recolhe a chuva e a energia solar, absorve o calor e proporciona sombra aos visitantes e residentes. A cidade é tão verde que não tolera o desperdício. O tráfego tem tendência para aumentar pelo que a cidade introduziu uma rede de câmeras em tempo real, sensores e GPS para monitorizar o tráfego e prever onde será o congestionamento.
© Getty Images

Seul

O Ministério da Ciência da Coreia do Sul anunciou que vai lançar 5G em 2020, e Seul é esperado para ser o campo de testes para esta nova tecnologia. Seul é o lar de mais de 10.000  pontos gratuitos de wi-fi, por isso haverá uma infinidade de lugares para experimentar a conexão 5G. Para fazer melhor uso da sua conectividade, a cidade tem entregue smartphones em segunda-mão a idosos residentes, pessoas com deficiência ou com baixos rendimentos.
© Getty Images

Tóquio

Tóquio tem estado sempre um passo à frente do resto do mundo. Agora a capital do Japão ganhou a licitação para os Jogos Olímpicos 2020 e está planejando uma aldeia olímpica futurista em que todo o aquecimento e energia virá de energia "limpa" de hidrogênio, que produz apenas água como subproduto. A aldeia olímpica pode tornar-se um modelo para futuras cidades limpas e inteligentes.
© Getty Images


Fonte: MSN/PT


"Eu temo o dia em que a tecnologia ultrapasse nossa interação humana, e o mundo terá uma geração de idiotas." - Albert Einstein -


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo