quinta-feira, 2 de julho de 2015

10 cidades medievais que vale a pena conhecer


A Idade Média é o período compreendido entre os séculos V e XV, entre a queda do Império Romano do Ocidente e termina durante a transição para a Idade Moderna. Guerra dos Cem Anos, Cruzadas, Pestes, Feudalismo, Vassalagem, Suserania, Clero, Servos e Nobres: todos esses termos fazem parte da construção da Era Medieval. 

Foi um período que, além de render importantes capítulos históricos, tem como legado de maior destaque o estilo arquitetônico, responsável por fascinar os apaixonados por arquitetura antiga, marcada por castelos, fortalezas e torres.


Óbidos - Portugal
A cidade de Óbidos foi tomada dos Mouros no ano de 1148 e reconhecida como município no ano de 1195, data que é considerada a sua fundação, porém os seus registros mais antigos datam um período anterior a Cristo. Durante séculos a pequena vila murada fez parte do dote de várias rainhas portuguesas, devido a isso carregou por muito tempo o título de “presente das rainhas”. O nome da cidade provém de oppidum, termo em latim usado para as principais povoações nas áreas dominadas pelo Império Romano.

elfandarilhaFoto: Waugsberg/Creative Commons


Trakai – Lituânia
A cidade foi, na antiguidade, a capital do pequeno país do Leste Europeu. A arquitetura e a história estão bem conservadas. A principal atração turística é o castelo de Trakai, que fica situado em lago. Construído nos anos 1300, ele tem um museu dentro e marcas impressionantes da era medieval.

elfandarilhaFoto: Julo/Creative Commons


Edimburgo – Escócia
As ruas de pedra e arquitetura impecável são os fatores que colocam a cidade na lista. Além disso, a influência da era medieval é tão grande que mesmo as construções atuais tentam reproduzir as marcas do passado. O Castelo de Edimburgo é a maior marca dessa era na cidade e um dos pontos turísticos mais procurados.

elfandarilhaFoto: Stuart Caie de Edimburgo/Creative Commons


Carcassonne – França
A cidade francesa foi totalmente construída no século 13 repleta de fortificações e muralhas gigantescas. No século 19 ela foi restaurada e hoje é um polo turístico muito procurado por turistas curiosos por história.

elfandarilhaFoto: Jean-Pol GRANDMONT/Creative Commons


Praga – República Tcheca
A capital do país foi uma grande potência da era medieval e ainda conta com diversas marcas dessa época. A arquitetura da cidade tem os dois lados: antiguidade e modernidade, que tornam ainda mais incrível a beleza da cidade. O Castelo de Praga e a Ponte Charles são os locais que os turistas gostam de visitar.

elfandarilhaFoto: Millenium187/Creative Commons


Oviedo - Espanha
A cidade espanhola é a capital das Astúrias e tem uma forte influência da era medieval. Os pontos marcantes são as igrejas e os mosteiros e a cidade é tombada como patrimônio histórico da UNESCO.

elfandarilhaFoto: Guia da Semana 


Rothenburg ob der Tauber – Alemanha
Andar por essa pequena cidade alemã dá a sensação completa de estar na Idade Média. Ela é considerada uma das cidades medievais mais bem conservadas do mundo e conta com uma infinidade de exemplos típicos da época. São muitas casas, fontes, torres e muralhas espalhados pela cidade.

elfandarilhaFoto:Berthold Werner/Creative Commons


Siena – Itália
Na região da Toscana, a cidade de Siena também é um mergulho na história. A cidade parece que parou no tempo e suas belas construções do passado estão presentes até hoje. A praça Piazza del Campo é o grande símbolo da cidade.

elfandarilhaFoto: TripAdvisor


Krumlov – República Tcheca
Se quiser conhecer Praga, inclua esse destino na lista. A cidade de Krumlov fica a quase 200 km da capital e também tem grandes influências da Idade Média. As torres, os castelos e as praças possibilitam uma grande viagem no tempo junto com os mais de 300 prédios históricos que a cidade possui.

elfandarilhaFoto Rubel/ Creative Commons


Bruges – Bélgica
Conhecida como Veneza do Norte, a cidade é repleta de muros e canais cortados por pontes de pedra. Bruges era um grande polo econômico na antiguidade. A preservação da rica história do passado rendeu à cidade o reconhecimento da UNESCO como Patrimônio da Humanidade e também o título de Capital Europeia da Cultura.

elfandarilhaFoto: Elke Wetzig/ Creative Commons


Uma parte significativa das atuais cidades europeias teve a sua origem, ou ressurgiu, na Idade Média. Esta circunstância permitiu a fossilização de algumas das características morfológicas da cidade medieval no tecido urbano posterior, permitindo, deste modo, preservar alguma memória urbana passada nos centros históricos atuais. 



"Se queres prever o futuro, estuda o passado". - Confúcio - (551 a.C., Lu 
- 9 de março de 479 a.C., Lu)



4 comentários:

  1. Respostas
    1. Excelentes opções para o próximo roteiro de férias.

      Obrigada pelo comentário

      Excluir
  2. Totalmente a minha cena, adoro o tema medieval, cidades lindas. Abraço

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Também eu.

      Obrigada pelo comentário, abraço.

      Excluir

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.