sábado, 7 de março de 2015

Lava Jato, a primeira lista



Saiu a lista - 49 políticos, R$ 200 a 300 mil por semana.
Havia pessoas que ganhavam R$ 1 milhão e até mais, por mês.
Não importa a vergonha é a mesma.
Havia propina semanal, mesadinha.

Presidente do Senado e da Câmara na lista.
No Paraná os empreiteiros e em Brasília os políticos! 
Como entender que o Renan Calheiros está sendo indicado por suspeitas de corrupção passiva, lavagem de dinheiro, é o presidente do Senado? 
Eduardo Cunha: corrupção passiva e lavagem de dinheiro, acusado de pressionar a Samsung, é o Presidente da Câmara?


Renan Calheiros (PMDB-AL) e Eduardo Cunha (PMDB-RJ), presidentes do Senado e da Câmara, 
respectivamente, são investigados por corrupção -  J.Batista / Câmara dos Deputados

Qual a diferença então entre criminosos presos roubo e os políticos?
Todos estão na lista pela delação premiada de Paulo Roberto Costa e do doleiro Alberto Youssef. E quando sair a lista de Belo Monte?

A primeira página dos jornais trazem estampado a "cara" da corrupção, em primeira fase e nos faz tremer, receio pelo futuro do país.

CRÉDITOS: INTERFACE: FLAVIO TAUBLIB | DESENVOLVIMENTO: THAÍS LEÃO

PP

– Senador Ciro Nogueira (PI) 
– Senador Benedito de Lira (AL) 
– Senador Gladson Cameli (AC) 
– Deputado Aguinaldo Ribeiro (PB) 
– Deputado Simão Sessim (RJ) 
– Deputado Nelson Meurer (PR) 
– Deputado Eduardo da Fonte (PE) 
– Deputado Luiz Fernando Faria (MG) 
– Deputado Arthur Lira (AL) 
– Deputado Dilceu Sperafico (PR) 
– Deputado Jeronimo Goergen (RS) 
– Deputado Sandes Júnior (GO) 
– Deputado Afonso Hamm (RS) 
– Deputado Missionário José Olímpio (SP) 
– Deputado Lázaro Botelho (TO) 
– Deputado Luis Carlos Heinze (RS) 
– Deputado Renato Molling (RS) 
– Deputado Renato Balestra (GO) 
– Deputado Lázaro Britto (BA) 
– Deputado Waldir Maranhão (MA) 
– Deputado José Otávio Germano (RS) 
– Ex-deputado e ex-ministro Mario Negromonte (BA) 
– Ex-deputado João Pizzolatti (SC) 
– Ex-deputado Pedro Corrêa (PE) 
– Ex-deputado Roberto Teixeira (PE) 
– Ex-deputada Aline Corrêa (SP) 
– Ex-deputado Carlos Magno (RO) 
– Ex-deputado e ex-vice governador João Leão (BA) 
– Ex-deputado Luiz Argôlo (BA) (filiado ao Solidariedade desde 2013) 
– Ex-deputado José Linhares (CE) 
– Ex-deputado Pedro Henry (MT) 
– Ex-deputado Vilson Covatti (RS) 

PMDB 

– Senador Renan Calheiros (AL), presidente do Senado 
– Senador Romero Jucá (RR) 
– Senador Edison Lobão (MA) 
– Senador Valdir Raupp (RO) 
– Deputado Eduardo Cunha (RJ), presidente da Câmara 
– Deputado Aníbal Gomes (CE) 
– Ex-governadora Roseana Sarney (MA) 

PT 

– Senadora Gleisi Hoffmann (PR) 
– Senador Humberto Costa (PE) 
– Senador Lindbergh Farias (RJ) 
– Deputado José Mentor (SP) 
– Deputado Vander Loubet (MS) 
– Ex-deputado Cândido Vaccarezza (SP)

PSDB

– Senador Antonio Anastasia (MG)

PTB

– Senador Fernando Collor (AL)

Operadores do esquema

- João Vaccari Neto, tesoureiro do PT
- Fernando Soares, o Fernando "Baiano"

Lista de Janot - Propineiros por região


Nordeste 20 - Sul 10 - Sudeste 9 - Centro-Oeste 5 - Norte 3


A presidente Dilma Rousseff e o senador Aécio Neves (MG), presidente nacional do PSDB, foram citados em depoimentos de delatores, mas tanto a Procuradoria Geral da República quanto o ministro Zavascki entenderam que a investigação em relação a ambos não se justificava.

Arquivamentos

O Ministério Público Federal pediu o arquivamento em outros casos.

Delcídio Amaral (PT-MS)
Alexandre Santos (PMDB-RJ) ex-deputado
Henrique Eduardo Alves (PMDB-RN) ex-presidente da câmara

Os senadores Ciro Nogueira (PP-PI) e Romero Jucá (PMDB-RR) e o deputado e ex-ministro Aguinaldo Ribeiro (PP-PB) – tiveram parte das suspeitas arquivadas, mas serão alvos de inquérito em relação a outra parte.

E já ouve-se o Senador Renan Calheiros dizer que houve atropelamentos à legislação. Isso trás à lembrança as 19 horas de horas de reunião do dia 04 de dezembro de 2014 em que o próprio Renan Calheiros foi acusado várias vezes de estar atropelando o regime interno para garantir a aprovação da conhecida "Lei do Calote". Naquela ocasião houve inclusive liberação do valor R$ 748 mil para que fosse aprovada. 

Renan Calheiros estaria preocupado que os atropelos de agora possam ter o mesmo final que os seus atropelos de 04 de dezembro de 2014?



* Paus e pedras, podem quebrar ossos, mas uma caneta venenosa é a melhor vingança. - Gossip Girl -



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.