segunda-feira, 16 de fevereiro de 2015

Tatuagens de Ibrahimovic com propósito: combater a fome



Recebeu um cartão amarelo aos dois minutos após fazer um gol, festejar com os colegas de clube e tirar a camisa!


Até novembro/2014 não tinha tatuagens no peito e costas, mas mostrar as tatuagens (não definitivas) com 50 nomes de pessoas que passam fome no mundo é parte da campanha do Programa Mundial de Alimentos das Nações Unidas, que agora representa.   Carmen (uma boliviana de 52 anos), Mariko (um congolês de 80), Antoine (da República Centro-Africana, de 75 anos), Sawsan (uma síria de 13 anos), Chheuy e Lida (cambodjanas de sete e oito anos), Siatta (liberiana de 30 anos) ou Rahma (iraquiana de 14 anos).

© Reuters

"Escrevi 50 nomes no meu corpo, não sou suficientemente grande para escrever os 805 milhões", esclareceu.


Esta campanha de marketing social estava planejada, mas aconteceu bem mais cedo, marcou o gol logo aos dois minutos. 



Em conferência de imprensa com Marina Catena, responsável do PAM, Ibrahimovic explicou que “Onde quer que eu vá, as pessoas reconhecem-me, chamam o meu nome e acarinham-me. Mas há nomes que ninguém se lembra de acarinhar”. “Ninguém torce pelas 805 milhões de pessoas que passam fome em todo o mundo”, disse ainda o jogador.



“Os torcedores sabem o meu nome. A partir de agora, quando se lembrarem de mim, lembrem-se dos outros 805 nomes”, é a frase do atleta no vídeo da campanha.





* O desenvolvimento humano só existirá se a sociedade civil afirmar cinco pontos fundamentais: igualdade, diversidade, participação, 
solidariedade e liberdade. - Betinho - 



Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.