quarta-feira, 18 de fevereiro de 2015

Selfie é moda, mas há lugares que são proibidas


Virou uma prática muito comum, principalmente em viagens. Porém, em certos lugares, o autorretrato pode sair bem caro.


Praia La Garoupe, Antibes, França

A paradisíaca faixa de areia do sul da França atrai milhares de turistas que querem aproveitar o sol quente no verão e mergulhar nas águas cristalinas. Porém, nem todos podem passar seus dias relaxando na praia e, para não causar qualquer tipo de desconforto ou inveja em quem não está por lá, o governo local proibiu as selfies com uma lei chamada de "No Braggies Zones".

© Creative Commons/Theo K/Flickr


Pamplona, Espanha

A cidade localizada no norte da Espanha tem o costume de celebrar as Festas de São Firmino de uma forma bem particular: com uma corrida de touros em três ruas do centro histórico em um percurso de mais de 800 metros de distância. Para diminuir um pouco o risco de quem participa, foram proibidas as selfies durante a atividade. Porém, em 2014, um dos corredores desrespeitou a lei e foi multado em 3 mil euros (cerca de R$ 10 mil).

© Shutterstock


Selfies com tigres ou leões, Nova York

Depois de milhares de pessoas postarem fotos (principalmente por meio do aplicativo de relacionamento Tinder), posando com leões ou tigres, Nova York lançou uma lei bem específica: é proibido tirar selfies com os animais. Isso porque as fotos "agridem" os animais, que geralmente estão sob o efeito de drogas para não ficarem agressivos e permitirem a aproximação das pessoas.


© Shutterstock


Selfies com a seleção iraniana de futebol, Irã

O comitê da seleção iraniana de futebol proibiu os jogadores de tirarem selfies com as fãs. Tal medida foi adotada depois da Copa da Ásia, na Austrália, quando milhares de torcedoras postaram fotos com os atletas nas redes sociais. A ação não é de se espantar, já que na República Islâmica não é permitido nem que as mulheres assistam a uma competição esportiva.


© Shutterstock


Meca, Arábia Saudita

Todos os anos milhões de muçulmanos viajam para a cidade de Meca para o evento religioso de peregrinação Hajj. Porém, recentemente, a comunidade religiosa notou um grande aumento de fotos do local nas redes sociais e proibiram as selfies. A explicação é que os fiéis deveriam estar se concentrando na oração e no autodescobrimento, e não em compartilhar as imagens na internet.


© Shutterstock


"Pau de selfie" na Inglaterra e Coreia do Sul

O famoso "pau de selfie" pode ser muito útil para tirar a foto no ângulo perfeito, porém quando se está em lugares cheios, principalmente nas atrações turísticas mais concorridas, o apetrecho pode ser um tanto quanto desagradável. Por conta disso, em alguns lugares fechados da Inglaterra, como o O2 Arena e a Brixton Academy, é proibido utilizá-lo. Já na Coreia do Sul é proibido o seu uso em qualquer local com multas que podem custar até US$ 30 mil (cerca de R$ 96 mil) e a possibilidade de pena de três anos de prisão.


© Shutterstock


Fonte: MSN



* Selfie é igual bullying, todo mundo já fazia, mas só agora deram um 
nome chique. - Gina Indelicada -


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.