quarta-feira, 7 de janeiro de 2015

Revelado conteúdo da cápsula enterrada há 200 anos


Encontrada em dezembro passado, uma caixa metálica, de cor verde e dimensões reduzidas, assemelhava-se a uma cigarreira. Na noite de terça-feira as câmeras de televisão e um batalhão de jornalistas acumulavam-se. A cidade norte-americana de Boston teve conhecimento do que estava dentro da cápsula do tempo enterrada em 1795. Continha jornais, moedas e algumas medalhas. Foi enterrada por Samuel Adams, um dos fundadores dos Estados Unidos da América. 

Não foi essa a primeira vez que a cápsula colocada por Samuel Adams em 1795 para assinalar a o início da construção do novo edifício parlamentar e governamental (Statehouse, no original inglês) do estado de Massachusetts, de que Boston é a capital. Ela havia sido descoberta em 1855, quando foram necessárias obras urgentes nas fundações do Statehouse, explicou o Boston Globe. Naquela ocasião, todos os objetos que continha foram limpos e catalogados e outros foram acrescentados, tendo sido novamente enterrada no mesmo local.

Eram duas histórias a revelar. O que continha a caixa:
- 5 jornais dobrados
- 23 moedas (uma datada de 1652)
- Uma medalha com a figura de George Washington, primeiro presidente dos Estados Unidos
- Documentos da época colonial britânica 
- Uma placa comemorativa da construção daquele edifício, em prata.

A retirada da caixa

Foram manchas de umidade na parede do edifício governamental que levou a administração a solicitar uma avaliação. Em 12 de dezembro de 2014 os investigadores descobriram que a pedra onde estava a caixa era propensa a infiltrações, trataram de iniciar os trabalhos de remoção da cápsula. Ajudada por mais de uma dezena de trabalhadores Pan Hatchefield, demorou cerca de sete horas para retirar o pequeno objeto.

A caixa foi sujeita a testes de raio-X. Apesar de revelarem que o conteúdo era o mesmo documentado em 1855, alguns objetos suscitaram a curiosidade dos especialistas. Uma moeda a mais na caixa apareceu sem que se saiba como foi lá parar é um dos mistérios que ficou por resolver.

A cerimônia, com grande projeção mediática terminada, ficam algumas perguntas

- Serão desdobrados os jornais ou permanecerão como estão?
- As moedas estão corróidas, continuarão assim?
- A cápsula será recolocada com objetos atuais?

Uma exposição dos objetos está prevista para o fim do ano de 2015.





* É para isto que os conservadores vivem. -  Pam Hatchfield, conservadora do Museu de Belas Artes de Boston -


Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo