segunda-feira, 24 de novembro de 2014

Armstrong e Voltaire não disseram estas frases




Por mais que ouçamos a frase verdadeira não nos esquecemos destas.  Ou apenas nos lembramos destas?



“É um pequeno passo para o homem, um grande salto para a Humanidade”



Elfandarilha

Se você reparar com atenção, vai perceber que a icônica frase dita por Neil Armstrong ao pisar na Lua tem um problema conceitual. 

“O homem” é equivalente a “a humanidade”, tornando a afirmação um pouco redundante – ou, simplesmente, sem sentido. Seria um tanto frustrante, caso o astronauta realmente a tivesse dito desta forma.
Neil argumentava que uma palavra se perdeu em meio a estática durante a transmissão: sua frase original teria sido “É um pequeno passo para um homem, um grande salto para a Humanidade”.

Foram várias as tentativas públicas de Armstrong para corrigir o sentido de sua fala, mas, como você deve ter imaginado, elas foram em vão. A sentença imortalizada é aquela que todo o mundo ouviu em 1969 – faça sentido ou não.




“Eu discordo do que você diz, mas defenderei até a morte o seu direito de dizê-lo”



Elfandarilha

Apesar do que você possivelmente ouviu nas aulas de história, Voltaire nunca disse as palavras acima. 

Mas a sua biógrafa o fez: é da escritora inglesa Evelyn Beatrice Hall a famosa frase que simboliza o direito de livre expressão. Sob o pseudônimo de Stephen G. Tallentyre, a autora teria criado esta sentença para resumir o pensamento do filósofo na biografia The Friends of Voltaire, de 1906, como afirma o livro They Never Said It: A Book of Fake Quotes, Misquotes, and Misleading Attributions.




* Para ter sucesso neste mundo não basta ser estúpido, é preciso também 
ter boas maneiras. - Voltaire -




Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.