segunda-feira, 27 de outubro de 2014

Quais seriam as razões para números tão diferentes?



Frases retiradas da mensagem deixada pelos candidatos à Presidência da República no último debate realizado pela TV Globo em  24 de outubro de 2014.



"É um Brasil que cresce e que faz todas as pessoas crescerem, mas com um olhar especial para as mulheres, para os negros e para os jovens. O Brasil fez com que você crescesse e melhorasse de vida. Não vamos permitir que isso volte atrás".

                         - Dilma Rousseff -




"Eu não sou hoje mais o candidato de um partido político, eu sou o candidato da mudança, essa mudança que você e sua família querem ver no país, mudança de valores, mudança na eficiência do estado e, principalmente, na generosidade com que o governante deve tratar os brasileiros".                                                                                                           - Aécio Neves -



Brasil

   51,62%  Dilma  - PT                  48,38%    Aécio - PSDB








Brasileiros residentes fora do Brasil

Londres 
 - Aécio   75,5%  
- Dilma   24,5% 


França 

  - Aécio  58%, 
- Dilma  42%


Austrália

- Aécio 80%
- Dilma 20%


Japão 

- Aécio 92%
- Dilma 8%


China 

- Aécio 76%
- Dilma 24% 


Argentina

- Aécio 58%
- Dilma 42%




* "Meu ideal político é a democracia, para que todo homem seja respeitado como indivíduo e nenhum venerado." - Albert Einstein -




2 comentários:

  1. O pobre não entrava na faculdade. O que o PT fez? Investiu na Educação? Não, tornou a prova mais fácil.
    Mesmo assim, os negros continuaram a não conseguir entrar na faculdade. O que o PT fez? Melhorou a qualidade do ensino médio? Não, destinou 30% das vagas nas universidades públicas aos negros que entram sem fazer as provas.
    O analfabetismo era grande. O que o PT fez? Incentivou a leitura? Não, passou a considerar como alfabetizado quem sabe escrever o próprio nome.
    A pobreza era grande. O que o PT fez? Investiu em empregos e incentivos à produção e ao empreendedorismo? Não. Baixou a linha da pobreza e passou a considerar classe média quem ganha R$300,00.
    O desemprego era pleno. O que o PT fez? Deu emprego? Não. Passou a considerar como empregado quem recebe o bolsa família ou não procura emprego.
    A saúde estava muito ruim. O que o PT fez? Investiu em hospitais e em infraestrutura de saúde, criou mais cursos na área de medicina? Não. Importou um monte de cubanos que sequer fizeram a prova para comprovar sua eficiência e que aparentemente nem médicos são. (Um já foi identificado como capitão do exército cubano)
    Alguém ainda duvida que esse governo é uma tremenda mentira?

    ResponderExcluir
  2. Não existe forma melhor de se manter no poder do que manter o povo ignorante e dependente, não apenas de dinheiro, mas de oportunidades e meios. E aliado à falta de informação e educação, ainda temos algo tão nefasto quanto, a cada vez maior a falta de vontade em participar, omisso por natureza.
    Obrigada.

    ResponderExcluir

Seu comentário é sempre bem-vindo

Observação: somente um membro deste blog pode postar um comentário.